LANÇAMENTO DO LIVRO ADELAIDE CHIOZZO, NO LEBLON

domingo, 28 de maio de 2017

12º ENCONTRO DE SANFONEIROS DE TERESÓPOLIS - 10 de junho de 2017 - De 16 às 19h - Na Calçada da Fama.



Organização e apresentação: Cândido Neto
Apoio: Secretaria Municipal de Cultura de Teresópolis

Participação dos acordeonistas Edson Rosa, Alex Wey, José Lopes, Eraldo Rabelo, Sônia Pries, Amado Rodrigues, Félix do Forró, Geraldo Pereira, André Gandra, Batista do Forró, Leandro Lopes, Nerci de Canoas, Cândido Neto e Agatha Costa.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

A história do Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis foi apresentada em Cordel através de um livreto produzido pelos alunos de uma oficina do Professor Edimilson Santini.

Todo o público que veio ao 10º Encontro de Sanfoneiros recebeu este livrinho que conta um pouco da história do nosso festival através da Literatura de Cordel. Mais uma conquista dos sanfoneiros de Teresópolis.

Décimo Encontro de Sanfoneiros: 3 dias de festival com 24 acordeonistas

O 10º Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis foi um marco para um festival que completa uma década. Em três dias de festa passaram por aqui os acordeonistas Bebê Kramer, Kiko Horta, Marcelo Caldi, Eron Lima, Fernadinho Azevedo, André Gandra, Norma Nogueira, Sônia Pries,  Alex Wey, Cândido Neto, Amado Rodrigues, Geraldo Pereira, José Lopes, Edson Rosa, Eraldo Rabelo, Batista do Forró, Daniel Vieira e os alunos de acordeom  Ágatha Costa, Júlia Papi, Fábio Costa, Antônio Carlos, Antônio Francisco, Francisco e Marinésio, totalizando 24 sanfoneiros presentes na décima edição do nosso festival. O nosso muito obrigado ao público presente, aos acordeonistas de todas as partes, ao zabumbeiro Genaro, aos nossos alunos de acordeom, ao Sesc Rio de Janeiro/Teresópolis (Bruna Machado, Paulo Lavrador e Patrícia), à equipe de som (Felipe) e a todos que de uma forma ou de outra nos auxiliaram.





quarta-feira, 13 de maio de 2015

10º ENCONTRO DE SANFONEIROS DE TERESÓPOLIS 2015

O 10º ENCONTRO DE SANFONEIROS DE TERESÓPOLIS acontecerá nos dias 29, 30 e 31 de maio de 2015 no Sesc de Teresópolis, com Intervenção dos Sanfoneiros no dia 26/05 na Rodoviária da cidade e no dia 27/05 na Praça de Santa Tereza de 17 às 19h. Estarão se apresentando nas intervenções os acordeonistas Edson Rosa, Alex Wey, Eraldo Rabelo e as alunas de acordeom do Sesc Ágatha Costa e Júlia Papi.
O festival que completa 10 anos abre no dia 29/05 (sexta) às 19h e 30min com os alunos de acordeom do Sesc e às 20h show com três dos maiores acordeonistas do país BEBÊ KRAMER, KIKO HORTA e MARCELO CALDI. No dia 30/05 (sábado) das 17 às 20h é o Grande Encontro dos Sanfoneiros de Teresópolis com os sanfoneiros de Nova Friburgo, São José do Vale do Rio Preto e São Fidélis. E logo depois grande show dançante com o TRIO LUMIAR de Nova Friburgo às 20h. No dia 31/05 (domingo) show com os sanfoneiros André Gandra, Alex Wey e Batista do Forró às 18h e 30min e Banda PIMENTA DO REINO às 19h e 30min. Adquira o seu ingresso.
O Festival dos Sanfoneiros de Teresópolis é realizado pelo Sesc Rio de Janeiro e idealizado e produzido pelo músico Cândido Neto.


quinta-feira, 3 de abril de 2014

Secretaria de Cultura de Teresópolis lança curso de acordeom com o professor Cândido Neto

Secretaria de Cultura de Teresópolis lança curso de acordeon
Secretaria de Cultura lança curso de acordeom
Inscrições estão abertas e podem ser feitas na Casa de Cultura

Teresópolis, 14 de março de 2014 - Lançado recentemente pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, o curso de acordeon vem despertando grande interesse na Casa de Cultura Adolpho Bloch. A nova modalidade se soma aos 18 cursos gratuitos oferecidos pela Prefeitura e que atendem mais de 1.000 alunos anualmente. As aulas já começaram, mas ainda há vagas e as inscrições estão abertas.

A iniciativa partiu da parceria entre a Secretaria de Cultura e o professor e músico Cândido Neto, titular do curso. Conhecido por seu desempenho à frente do acordeon, Cândido foi o idealizador e é coordenador do Encontro de Sanfoneiros de Teresópolis. “É um sonho já antigo e que agora se concretiza, graças à sensibilidade do secretário Wanderley Peres. Já havíamos observado a procura por este tipo de curso. E, na cidade onde surgiu o Encontro de Sanfoneiros, nada mais justo do que um curso para formar novos acordeonistas”, comenta Cândido, que é professor de ciências e de música, além de especialista em Arte e Educação na área de Música na Escola.

Para os interessados no novo curso, as inscrições estão abertas e podem ser feitas na Casa de Cultura Adolpho Bloch, de segunda a sexta, das 9h às 18h. No ato da inscrição, o interessado deve apresentar uma foto 3 x 4; carteira de identidade ou certidão de nascimento do aluno – com fotocópia; carteira de identidade do responsável (no caso de menores) - com fotocópia; declaração escolar (no caso de adolescentes em idade escolar); e comprovante de residência. Podem participar pessoas de ambos os sexos, com idade mínima de 12 anos. E é ideal que o interessado já possua um acordeon.

O curso é destinado a iniciantes e as aulas são realizadas às segundas e sábados, com turmas entre 13h e 19h. Nas aulas, os alunos terão noções teóricas sobre música, conhecerão o instrumento acordeon como um todo e aprenderão inicialmente a tocar com partitura não convencional, criada especialmente pelo professor Cândido Neto para facilitar o aprendizado.

As agentes culturais Nara Zeitune e Andréa Sant’Anna estão entre os alunos matriculados e têm gostado das aulas. “Ganhei meu acordeon de herança e, a partir daí, resolvi aprender. Será ótimo, inclusive, para as minhas participações no Cultura de Raiz”, comenta Andréa, que é coordenadora do projeto e teve uma bisavó sanfoneira. “Como trabalho com cultura popular, será ótimo aprender a tocar acordeon. Além disso, é um instrumento que se basta, é independente. Será muito válido em meus projetos”, completa Nara.

“O curso de acordeon é destinado a todos aqueles que apreciam a beleza da cultura popular brasileira, e soma-se aos outros 18 cursos oferecidos pela Secretaria de Cultura de forma gratuita, atendendo milhares de pessoas, com atividades saudáveis e diversificadas, contribuindo para a construção intelectual dos alunos”, avalia o secretário de Cultura, Wanderley Peres.

Texto: Geórgia Jahara
Foto: Roberto Ferreira

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis